NADA JUSTIFICA MATAR GENTE INOCENTE

Eu sei, o óbvio já foi dito sobre o massacre de Suzano. Todos concordamos que foi horrível e algo maligno perpetrado por dois jovens que foram direto para o inferno, pelo menos é o que eu espero, pois, ao assistir o vídeo e sentir a frieza de dois adolescentes atirando e desferindo golpes de machado [...]

Anúncios

QUEM É O MAIS COVARDE NO FRACASSO DE UMA RELAÇÃO AMOROSA?

Esta semana conversava com um amigo que acabara de terminar seu “quase” namoro. Na verdade, foi ela que terminou, e foi exatamente isso que o deixou mal. Vinham a tempos naquele “chove e não molha”, porém, talvez faltou coragem de colocar o pau na mesa e tomar a decisão: ou a gente namora ou cada [...]

O MEU TRIUNFO DA VONTADE

Desde que passei a escrever quase que diariamente, percebi que mesmo quando amamos o que fazemos, ainda sim há de ter disciplina. Às vezes temos aquela quimera do “dom”. “Ah, esse aí nasceu com o dom de tocar violão. Como pode tocar tão bem?” Acontece que, normalmente o artista mostra o resultado final, mostra a [...]

A ACADEMIA E A SOBERBA

Penso que quanto mais diplomas uma pessoa tem, menos confiável ela é. Sim, isso é um preconceito. Admito. Sempre tive um pé atrás com intelectuais na sociedade. Desde que comecei a entender o universo acadêmico e toda sua estrutura de robotização do pensamento, percebi que este caminho não era para mim. Insisto na ideia de [...]

A ARTE IMORTALIZA OS MORTAIS

Uma das coisas que mais gosto no ato de escrever é me deparar com meus textos antigos. É como se eu conseguisse me transportar para o passado e me colocar no exato momento em que escrevia o devaneio. Acredito que esta sensação é uma das mais belas se tratando da arte. Não estou aqui me [...]

A VISITA DOS MEUS PAIS

Nestes últimos dias, recebi a visita de meus pais. Estávamos há um ano sem nos ver. Como é bom poder abraçá-los novamente e sentir que são os mesmos. Com o mesmo afeto, o mesmo amor, o mesmo carinho, os mesmos trejeitos. É inevitável o sentimento de segurança que me acomete quando estou na presença deles. [...]

A ERA DO PRAZER

Tenho para mim que estamos vivendo tempos hedonistas. Tempos onde tudo precisa dar prazer, seja ao ler um livro, ao assistir uma palestra, ao fazer uma atividade física, ao começar em um emprego novo. É como se fôssemos pusilânimes ao confrontar com a dor. Todos sabem que qualquer esforço gera um desconforto. Este desconforto, por [...]