Romantismo, amor e o Dia dos Namorados

Sou um romântico ridículo, e repito: o ridículo é uma de minhas dimensões mais válidas. Acredito no amor eterno. Acredito no amor que vai além da vida e além da morte. Deus me livre ser um niilista do afeto, daqueles que desacreditam tanto no amor que passam a ver atos românticos como frescuras e hipocrisias.Continuar lendo “Romantismo, amor e o Dia dos Namorados”

Feliz aniversário

Hoje falarei sobre intimidade. E por quê? Porque a pessoa que me premiou com o seu relicário — sua intimidade é o seu relicário, coloquem isso na cabeça — está de aniversário. Por isso que enfatizo de uma forma até meio obsessiva por aqui: não entreguem sua intimidade assim, de bandeja, para qualquer transeunte, aindaContinuar lendo “Feliz aniversário”

O amor perdoa inclusive traição

O homem é capaz de amar sua esposa e mesmo assim traí-la. Escrevo isso e sinto que se insinua em minhas palavras uma provocação irresistível a você, leitor, que chegou aqui de supetão. “Ora, como assim quem ama trai?! Você enlouqueceu?” Pois é. Mas calma lá. Eu disse apenas que ele é capaz de talContinuar lendo “O amor perdoa inclusive traição”

Talvez o problema seja você, e não o mundo.

Você entrou em diversos relacionamentos e naufragou? Costuma ter o “dedo podre” para o sexo oposto? Desacreditou no amor após tantas decepções? Costuma rotular suas relações antigas como “tóxicas”? Leia este texto. Provavelmente ninguém nunca lhe disse isso assim, na fuça, mas, provavelmente, você está mascarando suas sombras, projetando seus defeitos nos outros e nuncaContinuar lendo “Talvez o problema seja você, e não o mundo.”

O inferno normalmente não são os outros, é você.

O inferno normalmente não são os outros, é você. Eu sei, pode ser difícil olhar para a nossa sujeira, para a nossa maldade inata, para as nossas sombras, mas este é o único caminho possível para não nos tornarmos prepotentes, arrogantes, malévolos e ressentidos com a humanidade. A essa altura você percebeu o porquê useiContinuar lendo “O inferno normalmente não são os outros, é você.”

As pessoas estão cagando para os seus diplomas

E daí que você tem diplomas e mais diplomas? Se você não oferece um valor real para alguém, um diploma serve apenas para encher o seu ego. E aqui mora um dos maiores vilões para a alma humana: a soberba. O sujeito realmente acredita que um pedaço de papel, onde está escrito seu nome comContinuar lendo “As pessoas estão cagando para os seus diplomas”

“PLAYLIST PARA FAZER AMOR”

Não! Você não vai encontrar aqui músicas para ouvir na hora do coito. Ontem, enquanto eu e minha noiva ouvíamos uma playlist minha no YouTube, eis que começa a tocar John Mayer. Minha mulher sai com a máxima: “— Ouvir John Mayer dá vontade de tirar a roupa.” Apesar de eu ser um heterossexual convicto,Continuar lendo ““PLAYLIST PARA FAZER AMOR””