“Os homens só se sentem atraídos por mim fisicamente, o que fazer?” Consultório da Patifaria #02

Olá, meus caros. Hoje lhes trago mais algumas dúvidas cruéis que acometem os corações apaixonados de nossos confrades: Mano, seguinte, o que tu acha de amizade entre homem e mulher (solteiros)? Existe? O homem se aproxima de uma mulher, gasta tempo, energia, esforço para outra coisa que não seja um benefício “relacional”? É possível acontecerContinuar lendo ““Os homens só se sentem atraídos por mim fisicamente, o que fazer?” Consultório da Patifaria #02”

“Depois que gozei, me senti o pior cara do mundo.” Consultório da Patifaria #01

Pelo fato de eu receber alguns e-mails e algumas mensagens sobre relacionamento, vida em geral e xingamentos, resolvi criar um novo quadro aqui no blog: Consultório da Patifaria. Sim, agora terá um espaço especial para aqueles homens e mulheres que necessitam de alguém para ouvi-los e respondê-los: Olá, peço que não divulgue meu nome. AcabeiContinuar lendo ““Depois que gozei, me senti o pior cara do mundo.” Consultório da Patifaria #01″

A DIFERENÇA ENTRE PAIXÃO E AMOR

Paixão é uma palavra forte, tanto de significado, quanto da própria pronúncia da palavra. A paixão normalmente é o primeiro estágio de uma relação amorosa. Quem já se apaixonou sabe o quanto irracionais passamos a ser no tecido cotidiano quando há este sentimento de deslumbre. Podemos fazer coisas das quais odiávamos, vislumbrar horizontes dos quaisContinuar lendo “A DIFERENÇA ENTRE PAIXÃO E AMOR”

A IMPORTÂNCIA DO AUTOCONHECIMENTO DENTRO DE UMA RELAÇÃO AMOROSA

Em uma relação amorosa quando algo desestabiliza, quando algo sai da ordem e se torna caos, quando o mundo que você vivia era belo e cheio de paz, mas então é acometido pela guerra, neste momento sentimos a insegurança. Sentimos que podemos ser destroçados pelo outro. Percebemos que grande parte da nossa motivação, da nossaContinuar lendo “A IMPORTÂNCIA DO AUTOCONHECIMENTO DENTRO DE UMA RELAÇÃO AMOROSA”

QUEM É O MAIS COVARDE NO FRACASSO DE UMA RELAÇÃO AMOROSA?

Esta semana conversava com um amigo que acabara de terminar seu “quase” namoro. Na verdade, foi ela que terminou, e foi exatamente isso que o deixou mal. Vinham a tempos naquele “chove e não molha”, porém, talvez faltou coragem de colocar o pau na mesa e tomar a decisão: ou a gente namora ou cadaContinuar lendo “QUEM É O MAIS COVARDE NO FRACASSO DE UMA RELAÇÃO AMOROSA?”

MEU AMIGO CÃO

Tenho um amigo que namora à distância, mais precisamente a uma distância de 50 km. Não é muito se compararmos com casais que mantêm um relacionamento onde cada um reside em um país. Sua namorada mora em uma cidade próxima daqui. Eles se veem nos finais de semana. De segunda a quinta, meu amigo aproveitaContinuar lendo “MEU AMIGO CÃO”

HOMENS E MULHERES SOFREM COM A SUA NATUREZA HUMANA

Há algum tempo escrevi um texto dizendo que sexo não é intimidade. Hoje ressalto este devaneio e acrescento que há uma diferença fundamental neste ponto entre homens e mulheres. Dias atrás conversava com uma mulher que se dizia indignada com a quantidade de “nudes” que recebia de homens desconhecidos. Tinha até homem casado no meio.Continuar lendo “HOMENS E MULHERES SOFREM COM A SUA NATUREZA HUMANA”

DEZENOVE ANOS

Ontem conversava com um conhecido que há tempos não via. Perguntei a ele o porquê do sumiço repentino. Ele disse que estava apaixonado por uma tal garota de dezenove anos. No mesmo instante eu fiquei desconfiado: — Como assim apaixonado por uma garota de dezenove anos? Tu não acha arriscado se entregar assim por umaContinuar lendo “DEZENOVE ANOS”

O AMOR E A NATUREZA HUMANA

E mais uma vez me debruço para escrever sobre o amor no cotidiano de um casal e a natureza humana que fica à espreita. Certamente todos já ouviram a frase “Quem ama não trai”, tendo a discordar veementemente desta ignomínia ao verdadeiro amor, mas explicarei meu ponto ao longo do texto. Primeiramente, quando falamos deContinuar lendo “O AMOR E A NATUREZA HUMANA”

COMO É DIFÍCIL SE DESVINCULAR DE UM AFETO

Lá estava eu, pleno de minhas faculdades mentais. Estava feliz, tranquilo e conversando com um amigo num bar. Resolvemos subir para o segundo andar deste mesmo bar. Havia muita gente lá em cima por causa da música ao vivo. Atravessamos todo aquele povo e chegamos no balcão, pedimos cerveja e ficamos por ali. Quando olhoContinuar lendo “COMO É DIFÍCIL SE DESVINCULAR DE UM AFETO”