O CANALHA DESONESTO

Na última crônica, contei em detalhes o dia em que quase faleci. Isso me fez lembrar de outra vez em que quase bati as botas. Esta história envolve sexo, traição e ciúme possessivo. Se você tem menos de dezoito anos, é melhor parar de ler esta crônica por aqui, caso contrário, não me responsabilizo pelaContinuar lendo “O CANALHA DESONESTO”

O CANALHA HONESTO

Hoje quero lhe apresentar um personagem que passará a ficar recorrente em minhas crônicas: Naldo, o canalha honesto. “Ora, Guilherme, como assim um canalha honesto? Se é canalha, não é honesto, se é honesto, não é canalha.” Calma lá. Deixe-me explicar-lhe este paradoxo maravilhoso. Antes, é preciso fazer um adendo: o canalha aqui, é oContinuar lendo “O CANALHA HONESTO”

O amor perdoa inclusive traição

O homem é capaz de amar sua esposa e mesmo assim traí-la. Escrevo isso e sinto que se insinua em minhas palavras uma provocação irresistível a você, leitor, que chegou aqui de supetão. “Ora, como assim quem ama trai?! Você enlouqueceu?” Pois é. Mas calma lá. Eu disse apenas que ele é capaz de talContinuar lendo “O amor perdoa inclusive traição”

Talvez o problema seja você, e não o mundo.

Você entrou em diversos relacionamentos e naufragou? Costuma ter o “dedo podre” para o sexo oposto? Desacreditou no amor após tantas decepções? Costuma rotular suas relações antigas como “tóxicas”? Leia este texto. Provavelmente ninguém nunca lhe disse isso assim, na fuça, mas, provavelmente, você está mascarando suas sombras, projetando seus defeitos nos outros e nuncaContinuar lendo “Talvez o problema seja você, e não o mundo.”

“PLAYLIST PARA FAZER AMOR”

Não! Você não vai encontrar aqui músicas para ouvir na hora do coito. Ontem, enquanto eu e minha noiva ouvíamos uma playlist minha no YouTube, eis que começa a tocar John Mayer. Minha mulher sai com a máxima: “— Ouvir John Mayer dá vontade de tirar a roupa.” Apesar de eu ser um heterossexual convicto,Continuar lendo ““PLAYLIST PARA FAZER AMOR””

FÉRIAS SÃO PARA DESCANSAR, MENOS PARA A MINHA NOIVA

Eu e minha mulher, agora noiva, saímos de férias. Fomos para Porto Seguro, na Bahia. Uma semana antes, estávamos um pouco receosos sobre a viagem. “Quem em sã consciência vai viajar em plena pandemia de COVID-19? E se tudo fechar enquanto estivermos lá? E se os voos forem cancelados? Será que vamos para outro destino?”Continuar lendo “FÉRIAS SÃO PARA DESCANSAR, MENOS PARA A MINHA NOIVA”

EU TRAÍ A MIM MESMO

Você já foi traído? Eis uma das certezas da vida. Dizem, pelo menos. Nunca esqueço da minha vez. Primeiro namoro. Eu era um jovem ridículo — e qual jovem não é ridículo? —, apático muitas vezes, não tinha tomada de decisão para praticamente nada. Enfim, era um pau mandado. A namorada fazia o que queria.Continuar lendo “EU TRAÍ A MIM MESMO”

COMO O HOMEM DIFERENCIA A MULHER PARA SE PERDER UMA NOITE E A MULHER PARA SE GANHAR A ETERNIDADE?

Esta semana alguém perguntou-me, lá no Instagram, como o homem diferencia a mulher para se perder uma noite e a mulher para se ganhar a eternidade. Perceba que a seguidora não é boba. Ela sabe que isso existe no mercado dos afetos. Ela sabe que os homens possuem em seus contatos aquelas onde eles apenasContinuar lendo “COMO O HOMEM DIFERENCIA A MULHER PARA SE PERDER UMA NOITE E A MULHER PARA SE GANHAR A ETERNIDADE?”

NADA NOS HUMILHA MAIS DO QUE O DESEJO

Você, leitor, já parou para pensar que nada nos humilha mais do que o desejo? Imagine um homem barbado, sentado em frente ao computador, nu. Literalmente com o pau na mão, se acariciando para um monitor LCD. Após o clímax, de imediato, o miserável fecha as quinze abas que havia aberto com a intenção deContinuar lendo “NADA NOS HUMILHA MAIS DO QUE O DESEJO”

UMA BOA RELAÇÃO AMOROSA É COMO UMA DANÇA

Me perguntaram, tempos atrás, o que eu considerava uma “boa relação amorosa”. Digo-lhe, leitor, que vejo uma boa relação amorosa como uma dança, onde o homem toma coragem e tira a mulher para dançar. E é ele quem deve conduzir a moça pelo salão. A mulher, envolvida nos braços de seu galanteador, deixa-se ser conduzidaContinuar lendo “UMA BOA RELAÇÃO AMOROSA É COMO UMA DANÇA”