Agir com o coração

Hoje cedo, enquanto tomava café, sentia-me mal, sentia-me em profunda angústia. Encarava aquela xícara de café preto e pensava o quanto eu sou um desgraçado. Tenho tudo e não tenho nada, sou tudo e não sou nada, tudo ao mesmo tempo. Este paradoxo me deixa, muitas vezes, perdido internamente. Eis a consciência me dizendo: “VocêContinuar lendo “Agir com o coração”