A MAIS BELA DOENÇA DA ALMA

O amor é uma das mais belas doenças da alma humana, e talvez seja a mais letal. Ele não é para todos; é para poucos. Amar não é apenas alegria e paz de espírito, ele pode ser, por diversas vezes, infernal. Já mataram por amor, já viveram por amor. No amor não há meio termo,Continuar lendo “A MAIS BELA DOENÇA DA ALMA”

QUANDO O AMOR ACONTECE

Nunca foi fácil amar, já falei isso inúmeras vezes. Nos tornamos de certa forma refém da pessoa amada. É como se venerássemos um Deus só nosso. Mas apesar desta minha visão trágica do amor, sei que quando ele acontece, vivemos os momentos mais felizes de nossas vidas, como também podemos viver os piores; e mesmoContinuar lendo “QUANDO O AMOR ACONTECE”

EU SOU A GUERRA

Bukowski em seu livro “Mulheres” diz: “Eu era pior que qualquer puta; uma puta só toma o seu dinheiro, nada mais. Eu bagunçava vidas e almas como se fossem brinquedos”. Talvez me identifique um pouco com o velho e demasiadamente sincero Buk. Mas não faço isso por querer, é apenas meu coração mostrando sua faceContinuar lendo “EU SOU A GUERRA”

PERFEITA ASSIMETRIA

Quando eu era inocente, acreditava em almas gêmeas, acreditava em pessoas que eram feitas umas para as outras; acreditava que todo mundo tinha sua metade da laranja e que um dia a minha ia chegar. Bem, à medida que vamos conhecendo a face cruel do amor, aprendemos que isso é besteira, pelo menos em relacionamentosContinuar lendo “PERFEITA ASSIMETRIA”

POR AMOR ÀS CAUSAS PERDIDAS

Todos sabemos que a vida é uma batalha perdida. No final, morreremos. Não há nada que possamos fazer; nem ciência, nem religião irão nos salvar. É triste pensar desta forma. Lembro-me de quando era criança, em diversas noites, ao repousar a cabeça sobre o travesseiro ficava a refletir sobre a vida, e consequentemente a morte.Continuar lendo “POR AMOR ÀS CAUSAS PERDIDAS”

AMOR LÍQUIDO

Vivemos em tempos líquidos. Tudo que é sólido desmancha no ar, inclusive o amor. Não vemos mais casamentos que duram anos e anos. A modernidade nos trouxe a liberdade, e com ela, a solidão. Tentamos agarrar o amor, mas ele escorre entre nossos dedos. As pessoas não estão mais dispostas a sofrer, não querem problemasContinuar lendo “AMOR LÍQUIDO”