A Descoberta da Amizade

Arrisco-me a dizer que poucas coisas são tão importantes quanto as amizades de infância. E por quê? Nossos amigos de infância participam de uma fase de nossa existência onde estamos descobrindo o mundo, descobrindo como funciona esse negócio chamado “vida”. Toda vez que lembrarmos de nossas primeiras experiências sobre a Terra, lá estará pelo menosContinuar lendo “A Descoberta da Amizade”

DEZENOVE ANOS

Ontem conversava com um conhecido que há tempos não via. Perguntei a ele o porquê do sumiço repentino. Ele disse que estava apaixonado por uma tal garota de dezenove anos. No mesmo instante eu fiquei desconfiado: — Como assim apaixonado por uma garota de dezenove anos? Tu não acha arriscado se entregar assim por umaContinuar lendo “DEZENOVE ANOS”

ME BATE QUE EU TÔ LOUCO!

O primeiro porre a gente nunca esquece. Quem nunca bebeu de estômago vazio ou misturou diversos tipos de bebidas? Jovem é uma merda! Adolescente então, nem se fala. Naquela noite fria de inverno, não lembro exatamente o ano, mas eu devia ter os meus 15 ou 16 anos; estava no auge da minha feiura: comContinuar lendo “ME BATE QUE EU TÔ LOUCO!”

A CADA POUCO EU PRECISO ESCREVER SOBRE AMIZADE

A cada pouco eu preciso escrever sobre amizade, seja um poema, um verso, um texto. A amizade, como uma semideusa, precisa ser enaltecida. Hoje falarei de um amigo que ouso dizer ser o homem com o maior coração do mundo — entre ele e o meu pai, a disputa é acirrada —. E você talvezContinuar lendo “A CADA POUCO EU PRECISO ESCREVER SOBRE AMIZADE”