Se você não está aqui para sacrificar algo, para que diabos você está aqui?

IMG_20200728_121150_606

E por que vazio? Você já passou pela experiência de dar vazão aos seus impulsos descontroladamente? Perceba, meu bom leitor, que ao deixarmos o nosso desejo primitivo tomar as rédeas de nossa vida, acabaremos em algo que o catolicismo denominou de “pecados”. “Ah, Guilherme, pare de bobagem! Pecados? Isso é muito retrógrado.”

É retrógrado, mas é um conhecimento verdadeiro, e é isso o que importa. Em qualquer tempo, em qualquer sociedade que ascendera, houve algo chamado “sacrifício”. Os homens perceberam que ao sacrificar algumas coisas no presente, poderiam ter uma vida melhor no futuro. O problema na questão do sacrifício é o fato de que ele é um esforço da inteligência humana, ou seja, não é fácil sacrificar. A curto prazo, o fácil encontra-se no prazer imediato. Por que vou estudar algo se meu corpo deseja ficar aqui no sofá poupando energia na preguiça? Por que vou me alimentar melhor se minha vontade é comer tudo que posso? Por que vou poupar meu dinheiro se posso morrer amanhã? Por que vou ser fiel a uma mulher se meu desejo sexual é disperso por várias fêmeas?

Se você não está aqui para sacrificar algo, para que diabos você está aqui? Pensando cá com meus botões, percebo que grande parte das coisas valorosas de nossa vida, são conquistadas pelo sacrifício, e é justamente este sacrifício que preenche um pouco de nosso vazio existencial. “Então você está dizendo que precisamos viver apenas de sacrifícios e não aproveitarmos nada da vida?” Não, pois o futuro chega para quem sacrifica e para quem não sacrifica. O âmago desta questão se encontra na recompensa: se você faz suas responsabilidades, resolve seus problemas, gera valor para a sua vida e para os seus, a recompensa é algo merecida, e quando ela chega, você a degusta bravamente, pois tem a ciência do valor que há em todo este processo. Porém, quando você só vive apenas de recompensas sem fazer algo para merecê-las, você degrada o seu ser, você se torna abjeto, você passa a não enxergar valor em mais nada, se torna um relativista/niilista em todos os sentidos. Esse caminho o levará a um vazio existencial ainda maior, o fazendo ir tão fundo em usas sombras, no qual a fé e a esperança muitas vezes não dão as caras.

2 comentários em “Se você não está aqui para sacrificar algo, para que diabos você está aqui?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s