MULHERES QUE USAM BONÉ: PRECISAMOS FALAR SOBRE ISSO

Às vezes me pego refletindo sobre coisas tão importante e fundamentais para a convivência humana que me obrigo a compartilhá-las com você, leitor. Desde sempre, mulheres de boné me causam um certo estranhamento. Estranhamento no sentido que parece não combinar com a alma feminina. Quando eu, um jovem rapaz descobrindo-se na puberdade, me deparava com garotas lindas, com aquelas melenas longas a balançar contra o vento, pensava: “Por que tem mulheres que usam bonés, meu Deus?” Obviamente que muitas usam este acessório para se proteger do sol, mas, quando um boné é usado apenas como “moda”, aí não dá para aceitar. Me desculpem.

O boné esconde a fêmea. Pior ainda: o boné masculiniza a fêmea. É isso! A Monica Bellucci, a mulher mais linda do mundo depois da minha futura esposa, se usasse boné, perderia, pelo menos, uns 50% de sua feminilidade, imagine as mulheres normais então…

Agora acho que sei de onde vem esta minha aversão a mulheres de bonés: eu relaciono o boné como um acessório masculino. Bonés me lembram skatistas, manos do hip-hop, assaltantes e drogados. Tudo bem, alguém vai falar que isso é preconceito. Claro que é preconceito. Meu cérebro é uma máquina de preconceituosidade (acabei de inventar esta palavra). Estou apenas explorando de onde vem este preconceito do “boné”. Não se irrite.

Mas pra você, mulher, que usa boné, tenho uma solução: use chapéus. Aqueles chapéus de cowboy, que além de não tirar totalmente a sua feminilidade, poderá dar-lhe um status de poder. Sabe aquelas mulheres donas de fazendas? Então… mas pensando melhor, o chapéu cairia bem apenas em mulheres com mais de 35 anos, estilo MILF. Em meninas com menos de 30 não combinaria.

Sei que estou demonizando um simples boné em um corpo feminino, mas há coisas na vida que não podemos nos calar. Há coisas na vida, que quando combinadas, estragam o produto final (calma, não estou dizendo que mulheres são produtos, é apenas uma analogia). Na verdade, o que estou fazendo é valorizando a mulher. Sim! Não vire os olhos para este texto. Se estou dizendo isso é porque me importo com a mulher, me importo com a beleza, a feminilidade, com tudo o que uma mulher representa.

Sabe quando sua namorada vira para você e diz: “Amor, desculpa, mas você não vai sair de casa comigo de regata, bermuda xadrez, e ainda por cima de chinelo.” E você, homem, como não sabe bulhufas sobre moda, responde: “Mas amor, eu sempre usei essa roupa!” Sua namorada, com aquele sorriso irônico lhe diz: “Então você sempre se vestiu mal. Agora tem alguém que se importa contigo. Vem cá, vou te ajudar a se vestir.”

Ao chegarem no quarto, após você homem tirar a bermuda, sua namorada percebe seu estado de excitação. E, como ela te ama e se importa contigo, vocês transam. Final feliz.

8 comentários em “MULHERES QUE USAM BONÉ: PRECISAMOS FALAR SOBRE ISSO

  1. Eu adoro tuas reflexões, mas nessa eu torci a cara umas quantas vezes hahaha Não tanto pelo conteúdo, mas por todas as voltas da mente! Pra dizer pra uma mulher que outra peça está mais bonita basta dizer que determinada peça valoriza ela de tal e tal forma, assim como tua companheira fez hehehe Todas essas explicações são da mente! Mas sabe o que é mais interessante na minha experiência da leitura do teu texto: é que o feminino e o masculino ficaram muito nítidos. O homem argumentando pela mente e a mulher amando, simplesmente heheh Reflexão válida e interessante embora eu discorde que o boné deixe a mulher menos feminina. A feminilidade está sim também no externo, mas ela está em todo o lugar, no olhar, no sorriso, na pele, bem mais delicada, na fala, nos trejeitos… Os homens que se virem a desvendar nossos mistérios hahahah

    Curtir

  2. Sério que, com tanta coisa acontecendo, você está se preocupando com isso? Desculpe a franqueza, mas teu texto revela preconceito, esteriótipo…tomara que te faça refletir… sua imagem de mulher é uma imagem machista. Ainda bem que, nós mulheres, avançamos muito… a ponto de usarmos o que quisermos… incluindo boné… Gosto é uma coisa, preconceito e machismo… é bem diferente. Na esperança de que reflita.

    Curtido por 1 pessoa

    1. A parte mais chata de escrever é isso: gente que se acha superior, mas não entende ironia, não entende o que é desbravar o próprio cérebro e escrever sem agradar ninguém. Poxa vida, custa ler o texto despretensiosamente? Não tem nada mais chato do que gente que se leva a sério. Nada!

      Curtir

      1. Talvez você é que não perceba que as palavras são carregadas de preconceitos, inclusive. Se quis “desbravar o próprio cérebro”… ótimo. Mas tem que ouvir de outra pessoa o que foi que seu cérebro desbravou. O teu argumento ” gente que se sente superior” é vazio… Não quer dizer nada. Expressou uma ideia. Eu expressei a minha. Achei que estaria aberto para refletir. Sabe, Guilherme, sou uma mulher lutadora de 58 anos. Quantas vezes nos deparamos com piadas machistas e fomos acusadas de não termos senso de humor. Palavras, ideias, carregam ideologia.

        Curtido por 2 pessoas

      2. Obrigado por me dizer o que meu cérebro desbravou. Fico grato por sua sabedoria e superioridade. Agora descobri que sou machista por ter emitido apenas uma opinião sobre um acessório no corpo feminino.

        Curtir

  3. Dá para montar looks maravilhosos usando peças do namorado, e usar bonés de diferentes estilos que vai deixar a mulher feminina sim. Agora o chapéu de palha é estiloso e importante usar principalmente na praia, mas de cowboy eu passo. kkk

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s